Mais do que você gosta.

Publicidade

Angustiante

Doutor Estranho 2: Explicado como cena brutal foi feita

Cena polêmica exigiu muito trabalho para ser feita

Publicado por Redação

04/07/2022 11:32

Alerta de spoilers

Nas salas de cinema de todo o mundo, muitos fãs do MCU ficaram surpresos com a estreia oficial de um personagem importante nos quadrinhos, Raio Negro (Anson Mount) durante os eventos de Doutor Estranho no Multiverso da Loucura.

O filme além de apresentar o personagem e os Inumanos, não perdeu tempo em matá-lo, o que tem repercutido até então.

Continua depois da publicidade

O supervisor de efeitos visuais da Industrial Light & Magic, Julian Foddy citou (via Comic Book) que foi dedicada muita atenção na hora de elaborar a cena em que o Raio Negro tem uma morte horrível durante a sequência em que a Feiticeira Escarlate remove a boca do personagem.

“Esse foi uma adição de CGI que criamos usando a fotografia de texturização do ator. E para criar a explosão sônica que salta para fora de sua cabeça e então expelir seu cérebro após explodir seu crânio, o modo em que fizemos isso foi como se tivesse sido de verdade”, contou ele em entrevista.

Cena chocante

Como referência, Foddy e a equipe de efeitos visuais assistiram a inúmeros vídeos de “coisas sendo destruídas em câmera lenta”, além disso, analisaram rostos humanos em túneis de vento e a quantidade de ondulações em suas bochechas na tentativa de simular e obter resultados realistas.

O cineasta então aplaudiu seus colegas da Skywalker Sound por criar o som angustiante que acompanhou a cena.

“Acho que foi definitivamente uma tarefa que valeu a pena fazer, realmente tivemos resultados interessantes e horríveis”, concluiu Foddy. “E tiramos o chapéu para Skywalker Sound por adicionar esse tipo de ruído, que nenhum de nós tinha ouvido até então. Essa é a cereja do bolo que deixa todo mundo chocado.”

Doutor Estranho no Multiverso da  Loucura  já está disponível no Disney+

Sobre o autor

Publicidade