Mais do que você gosta.

Publicidade

Em breve

Proibido para menores: Por que filme de Marilyn Monroe causa polêmica na Netflix?

Ana de Armas interpreta o ícone de Hollywood no longa Blonde

Publicado por Alexandre Guglielmelli

30/06/2022 20:30

O primeiro trailer de Blonde – a cinebiografia de Marilyn Monroe na Netflix – não revela muitos detalhes do enredo. Mesmo assim, a prévia tem causado polêmica entre especialistas e assinantes nas redes sociais. Proibido para menores, o longa chega ao catálogo da plataforma após anos em desenvolvimento.

Com Ana de Armas como a protagonista, a produção da Netflix aborda a trajetória de Marilyn Monroe como um ícone da sociedade, moda, cinema e sexualidade em Hollywood.

Continua depois da publicidade

Vale lembrar que Blonde é uma adaptação do livro homônimo, escrito por Joyce Carol Oates. A obra original mistura realidade e ficção para traçar um retrato completo da complexa personalidade de Marilyn Monroe.

Mas afinal: por que o lançamento do longa causa tanta polêmica nas redes sociais? Explicamos abaixo o motivo.

Entenda a polêmica de Blonde, o filme de Marilyn Monroe, na Netflix

O principal motivo da polêmica de Blonde na Netflix é muito simples: o fato do longa ser recomendado para maiores de 18 anos.

Devido às suas cenas gráficas, o filme precisou passar por uma nova edição. Mas de acordo com o seu diretor, Blonde continua mais erótico do que nunca.

Originalmente, o filme tinha previsão de estreia para o Festival de Cinema de Veneza. Entretanto, devido à preocupação da Netflix com as cenas de sexo, o lançamento foi cancelado.

“Temos coisas para ofender todo mundo. Se o público não gostar, o problema é dele. Não estou concorrendo a um cargo público”, comentou o diretor Andrew Dominik (Mindhunter).

Ana de Armas, a intérprete de Marilyn Monroe, também defendeu o teor controverso do novo filme.

“As ambições do Andrew ficaram claras desde o início: apresentar a vida de Marilyn de acordo com sua própria perspectiva. Ele quer mostrar ao mundo não apenas o que significa ser Marilyn, mas também Norma Jean (o nome verdadeiro da estrela). Para mim, é a versão mais ousada e feminista da história”, explicou a atriz.

Dominik, no entanto, ficou surpreso com a classificação indicativa recebida por Blonde.

“Os americanos são muito estranhos em relação à sexualidade. Não sei o motivo. Mesmo assim, emes produzem mais pornografia do que qualquer outro país”, comentou o cineasta neozelandês.

Rumores também indicaram que a Netflix teria ficado “chocada” com as cenas sexualmente explícitas do novo filme.

Aparentemente, algumas imagens foram consideradas “pesadas demais” até mesmo para os maiores de 18 anos.

Além disso, o diretor revelou que Blonde terá um tom “bastante obscuro”. Afinal, o longa aborda alguns dos momentos mais conturbados da trajetória de Marilyn Monroe.

“Ela está profundamente traumatizada, e esse trauma exige uma divisão entre um eu público e um eu privado”, comentou o cineasta.

Com Ana de Armas, Adrien Brody, Bobby Cannavale e Julianne Nicholson, Blonde estreia na Netflix em 23 de setembro de 2022. Veja abaixo o trailer.

Sobre o autor

Alexandre Guglielmelli

Alexandre Guglielmelli

Formado pela PUC Minas, sou especialista em filmes de terror, reality shows e cultura pop. Nas horas vagas, gosto de escrever e oferecer indicações de filmes e séries para os amigos.

Publicidade