A profissão do ator é imergir no personagem e buscar as emoções mais profundas dele para expressar em tela, não importa a situação extrema em que a peça de ficção o coloca, certo? Certo, mas atores são também seres humanos, e tem seus limites.

10 atores famosos que recusaram papéis icônicos em séries de TV

É o que descobrimos com os 10 famosos que colocamos abaixo – eles quase se demitiram graças a cenas polêmicas em seus filmes e séries:


MICHELLE RODRIGUEZ (Velozes e Furiosos) | Ela era uma das estrelas mais quentes de Hollywood em 2001, quando foi escalada para o papel de Letty na trama de ação que se tornaria uma das franquias mais longínquas do cinema. No entanto, Rodriguez quase se demitiu do filme por conta de uma subtrama que fazia com que ela traísse Dom (Vin Diesel) com Brian (Paul Walker) – ainda bem que os produtores cederam a ela!

MIKE MYERS (Quando Mais Idiota Melhor) | É uma das cenas de comédia mais lendárias dos anos 1990 – quando Myers e seus amigos cantam “Bohemian Rhapsody”, do Queen, no carro. No entanto, os produtores não queriam escolher uma música relativamente “obscura” dos anos 1970 para a cena, e Myers quase se demitiu porque o estúdio estava exigindo que fosse uma canção do Guns N’ Roses.

LAUREN COHAN (The Walking Dead) | Muitos fãs de The Walking Dead tem aqueles momentos em que acham que a série foi “longe demais” em sua violência e momentos trágicos. Para Lauren Cohan, a Maggie da série, o ponto de quebra foi quando sua personagem teve que fazer uma cesariana “improvisada” em Lori (Sarah Wayne Callies) e depois ver o filho da moça, Carl (Chandler Riggs), matá-la antes que ela virasse zumbi. A atriz conta que quase se demitiu no dia anterior a fazer essa cena.

TIPPI HEDREN (Os Pássaros) | A pobre Hedren sofreu nas mãos de Alfred Hitchcock durante as filmagens do clássico Os Pássaros – após a atriz rejeitar avanços sexuais do cineasta, ele se tornou sádico e vingativo. A cena em que a personagem de Hedren é atacada por pássaros foi feita com bichos de verdade, durante cinco dias de tortura – durante os quais, Hedren conta, ela só não se demitiu como forma de desafio ao diretor-tirano.

Salma Hayek em Frida.

SALMA HAYEK (Frida) | Após rejeitar os avanços sexuais do produtor Harvey Weinstein, Salma Hayek continuou trabalhando com ele no seu “projeto dos sonhos”, que ela achava ser possível apenas com o apoio de um nome de peso como Weinstein. No entanto, no set de Frida, a atriz quase se demitiu quando o produtor exigiu que ela filmasse uma cena de sexo lésbico com nudez frontal: “Eu não ia largar o projeto em que passei anos trabalhando”.

MARY ELIZABETH MASTRANTONIO (O Segredo do Abismo) | As filmagens de O Segredo do Abismo, de James Cameron, foram bem difíceis para os atores – especialmente porque o diretor se recusou a contratar dublês mergulhadores para as cenas perigosas embaixo d’água. No entanto, uma cena em especial quase fez Mary Elizabeth Mastrantonio sair do set sem completar as filmagens – nela, Ed Harris tenta reviver uma afogada Mastrantonio no tapa, e Cameron exigiu que as bordoadas fossem dadas de verdade.

SHELLEY DUVALL (O Iluminado) | Outra que aguentou torturas de um diretor obsessivo foi Duvall, que teve que repetir sua enervante cena do taco de beisebol nada menos que 127 vezes para Stanley Kubrick. Segundo Duvall, seu estresse era tanto durante as filmagens que ela começou a perder grandes mechas de cabelo, e quase se demitiu “praticamente todos os dias”.

JESSICA ALBA (Quarteto Fantástico e O Surfista Prateado) | Você se pergunta porque Jessica Alba não é mais vista tão frequentemente nos filmes de Hollywood? Bom, o diretor Tim Story, de Quarteto Fantástico e O Surfista Prateado, pode ter algo a ver com isso… Alba conta que, em uma cena de choro no filme, o diretor pediu para que ela “chorasse mais bonito”, ao invés de contorcer o rosto de acordo com as exigências emocionais da cena.

Rey (Daisy Ridley)

DAISY RIDLEY (Star Wars: O Despertar da Força) | A estrela da nova trilogia de Star Wars confessou que seus primeiros dias de filmagens no deserto, para as cenas em que Rey aparece no seu planeta “natal”, Jakku, foram terríveis. “J.J. me disse um dia que minha performance estava robótica, o que me machucou muito, mas é uma crítica normal de diretor que quer te ajudar. O calor era insuportável. Quase me demiti”, contou.

O Grinch

JIM CARREY (O Grinch) | No caso de Carrey, a cena que quase o fez se se demitir foi, literalmente, a primeira que ele e a equipe iriam filmar. A maquiagem pesadíssima do papel criado pelo autor Dr. Seuss foi demais para o ator, que sentia calor insuportável e tinha que passar em torno de 9 horas, todos os dias, na preparação – tanto quanto Carrey, os maquiadores contratados pelo diretor Ron Howard quase se demitiram, devido ao comportamento irascível do ator.