Hoje em dia, fazer televisão é um privilégio pelo qual estrelas como Amy Adams e Reese Witherspoon brigam ferozmente, mas isso nem sempre foi verdade, o que levou muitos do time-A de Hollywood a recusarem papel na TV.

10 séries que se arriscaram com atores inusitados para papéis importantes

Confira 10 deles:


THOMAS JANE (Don Draper, Mad Men) | Você o conhece como O Justiceiro do filme de 2004, ou talvez como o pai desesperado de O Nevoeiro, mas sabia que Thomas Jane recusou não um, mas dois papéis icônicos da TV? O primeiro foi Don Draper, o papa da publicidade inesquecivelmente interpretado por Jon Hamm em Mad Men.

THOMAS JANE (Rick Grimes, The Walking Dead) | Já o segundo foi Rick Grimes, o ex-xerife transformado em líder dos sobreviventes durante o apocalipse zumbi de The Walking Dead. Jane era o preferido do criador Frank Darabont (diretor de O Nevoeiro), mas recusou o papel, que acabou ficando com Andrew Lincoln.

MATTHEW BRODERICK (Walter White, Breaking Bad) | Ele mesmo, o eterno Ferris de Curtindo a Vida Adoidado, poderia ter encarnado o seu traficante de drogas favorito em Breaking Bad. Você acha que Broderick poderia ter acertado no tom dos momentos mais sombrios da série tanto quanto Bryan Cranston, o eventual escolhido?

CONNIE BRITTON (Olivia Pope, Scandal) | Conhecida por Friday Night Lights e American Horror Story, Britton quase se transformou na conselheira mais escorregadia da Casa Branca em Scandal. No entanto, não só ela recusou o papel como a criadora Shonda Rhimes foi contra as demandas da emissora, e disse que a escolhida precisava ser negra – ainda bem, porque ganhamos Kerry Washington no processo.

HUGH GRANT (O Doutor, Doctor Who) | Quando Russell T. Davies estava planejando o retorno da clássica Doctor Who para a TV, em 2005, ele ofereceu o papel ao galã britânico Hugh Grant, que acabou recusando. Grant disse que se arrependeu ao ver o sucesso da série, onde foi substituído por Christopher Eccleston, David Tennant, Matt Smith, Peter Capaldi e, agora, Jodie Whittaker.

PAMELA ANDERSON (Scully, Arquivo X) | Esse é o item mais difícil de acreditar – a estrela de Baywatch recebeu proposta para interpretar a agente do FBI que faria par com David Duchovny em Arquivo X. “Eles queriam alguém mais alto, com mais peitos, mais conhecido. Eles não conseguiam imaginar como eu iria fazer tanto sucesso quanto David”, disse a escolhida Gillian Anderson em entrevista posterior.

KATIE HOLMES (Buffy, Buffy: A Caça-Vampiros) | A sempre “certinha” Holmes recusou o papel da caça-vampiros mais amada na TV porque queria terminar o seu último ano de ensino médio em paz. O papel foi para Sarah Michelle Gellar, e Holmes estrearia na TV apenas dois anos depois, com Dawson’s Creek, que a elevou ao estrelato.

JOHN C. REILLY (McNulty, The Wire) | Um dos personagens mais marcantes e extravagantes de The Wire, McNulty foi interpretado brilhantemente por Dominic West durante a série, mas só porque John C. Reilly recusou o papel. “Minha esposa me disse: Não vamos nos mudar para Baltimore para esse projeto que não vai nem dar certo”, brincou Reilly depois.

ED O’NEILL (Al Swearengen, Deadwood) | Conhecido pela sitcom Um Amor de Família (1986-1997) e por seu atual papel em Modern Family (2009-), O’Neill quase teve um caminho bem diferente na carreira quando David Milch o ofereceu o papel de um dos vilões mais temidos da TV, o Al de Deadwood. O’Neill acabou recusando, e o papel ficou com o espetacular Ian McShane.

ERIC STOLTZ (Vic Mackey, The Shield) | É difícil imaginar alguém além de Michael Chiklis como o corrupto policial no centro da excelente (e subestimada) The Shield. No entanto, Eric Stoltz primeiro teve que recusar o papel para ele cair no colo de Chiklis – Stoltz é conhecido por Pulp Fiction, Efeito Borboleta e Marcas do Destino.