Capitã Marvel | Todos os defeitos do filme que a Marvel precisa corrigir

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Capitã Marvel tem se mostrado um grande sucesso comercial, mas isso definitivamente não significa que estamos diante de um filme perfeito. Na verdade, há muito o que melhorar na produção.

Dito isso, aqui reuniremos todos os defeitos de Capitã Marvel, e como eles podem ser melhorados não apenas para futuros filmes de Carol Danvers, mas para obras da Marvel Studios em geral.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Confira abaixo.

Abraçar o épico

Esse é um problema que assola muitos filmes da Marvel Studios, com algumas exceções como Thor e Pantera Negra: deixe o épico preencher a tela. No momento em que Carol Danvers se livra do chip Kree que prende seus poderes, deveríamos ter tido um momento de grandiosidade, até mesmo para entender a escala dos poderes da protagonistas, mas o filme prefere apostar em uma sequência musical – e mal dirigida, mas chegaremos a isso depois.

Dar um tempo nas piadinhas

O grande calcanhar de Aquiles do MCU: as piadas. Não dizendo que um filme precisa ser mórbido como Batman vs Superman, mas o nível de humor nos filmes da Marvel Studios acaba atrapalhando um pouco, e é extremamente bobo como Capitã Marvel passa tanto tempo fazendo piada com a década de 90. Não é um humor anárquico como aquele visto em Guardiões da Galáxia, mas sim algo simplesmente… Sem graça.

Vilões melhores

A Marvel Studios parecia ter aprendido essa lição com Pantera Negra e Vingadores: Guerra Infinita, com Killmonger e Thanos se mostrando como antagonistas formidáveis. Infelizmente, Capitã Marvel acaba sacrificando a criação de um bom antagonista em favor de uma reviravolta que não impacta como deveria, trocando os Skrulls como Jude Law interpretando uma versão “macho palestrinha” de Yon-Rogg.

Diretores com mais personalidade

A Marvel Studios trabalha com muitos diretores, mas é um fato que todos eles – salve algumas exceções – estão apenas seguindo a visão pré-estabelecida de Kevin Feige. A estratégia do estúdio é mirar no mercado de cineastas independentes, evitando trabalhar com diretores mais autorais, o que torna a impressão de estarmos vendo sempre o mesmo filme: visualmente desinteressante, sem grandes inovações ou formas criativas de se contar uma história. Ryan Coogler é a grande exceção no meio, mas Anna Boden e Ryan Fleck definitivamente se encaixam na categoria dos “funcionários” do estúdio.

Melhorar ação e efeitos visuais

Um dos grandes perjúrios de se apostar em cineastas indie, é que esses diretores raramente sabem como trabalhar com grandes produções, algo que fica muito evidente quando olhamos para as cenas de ação de Capitã Marvel. Assim como Jon Watts em Homem-Aranha: De Volta ao Lar, as sequências de ação de Capitã Marvel são pobres e sem criatividade, dependendo demais de efeitos visuais que estão longe de serem perfeitos; e acabam prejudicando o investimento do público tamanha a artificialidade. Para piorar, Boden e Fleck em especial constroem um jogo de cena confuso e perdido em uma montagem picotada.

Correção de cor

Pode parecer algo muito técnico, mas convido os leitores a pararem por um minuto e analisar a paleta de cores de um filme da Marvel. Com exceção de Guardiões da Galáxia, a maioria dos filmes do estúdio carece de vibrância e contraste em suas cores, onde nota-se uma ausência de um processo simples na pós-produção; basta reparar como os filmes dos X-Men, por exemplo, são visualmente muito mais memoráveis do que os da Marvel Studios, que têm variedade de cores, mas sem de fato se destacar. É uma melhora não apenas para Capitã Marvel, mas para todos os filmes do estúdio.

Capitã Marvel | Como o filme estabelece continuações

Brie Larson é a protagonista de Capitã Marvel, que também tem Samuel L. Jackson (Nick Fury), Clark Gregg (Phil Coulson), Ben Mendelsohn (Talos), Djimon Hounsou (Korath), Lee Pace (Ronan), Lashana Lynch, Gemma Chan (Minn-Erva), Algenis Perez Soto, Rune Temte, McKenna Grace, Kenneth Mitchell (Joseph Danvers) e Jude Law (Yon-Rogg) no elenco.

A dupla de cineastas independentes Ryan Fleck e Anna Boden (Half Nelson) dirige o filme.

Capitã Marvel já está em exibição nos cinemas.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio