Publicidade

Polêmica

História dos Vingadores é tão ruim que Marvel pede desculpas

Editora publicou uma HQ para lá de controversa da equipe há algumas décadas

Publicado por Victor Carvalho

23/06/2021 21:33

O momento mais polêmico da Marvel Comics em Vingadores #200 foi tão ruim que a pessoa responsável por aprovar o enredo mais tarde se desculpou e chamou de “hediondo”.

Quando se trata dos piores arcos de quadrinhos da Marvel, nenhum é mais terrível e intrigante do que a vez em que a Ms. Marvel deu à luz o homem que a agrediu sexualmente na mesma edição. A edição era nojenta e todos os envolvidos no arco da história se desculparam por permitir que ela existisse.

Ao longo dos anos, a Marvel publicou milhares de histórias, algumas delas envolvidas em controvérsias imediatas (e de longo prazo) por razões muito válidas.

Desde a decisão de transformar o Capitão América em um agente da Hydra, a fazer o Homem-Aranha matar Mary Jane com seu esperma radioativo, a colocar Mercúrio e a Feiticeira Escarlate em um relacionamento (apesar de serem irmãos), nem todos os arcos da história foram bem-sucedidos.

No entanto, para Vingadores #200, a equipe criativa por trás dos quadrinhos tomou uma decisão horrível envolvendo a Ms. Marvel que ainda é lembrada por ser imperdoável, grosseira e simplesmente má.

Em Vingadores #200, de David Michelinie, Bob Layton, Jim Shooter e George Perez, a Ms. Marvel está prestes a dar à luz, apesar de estar grávida há apenas alguns dias. O pai não é revelado imediatamente. A Ms. Marvel então deu à luz um bebê que envelheceu rapidamente, chamado Marcus.

Marcus agrediu Carol sexualmente, levando ao seu próprio nascimento. Isso significava que Marcus era seu próprio pai e fez de Carol uma vítima de abuso pelo próprio filho. Você pode ler mais sobre a história aqui.

A história em quadrinhos mais polêmica dos Vingadores

Shooter, que era editor-chefe da Marvel Comics na época e também creditado como escritor da história em quadrinhos, admitiu mais de duas décadas depois (em 2011) que publicar a história foi um erro. Shooter disse que assinou a história em quadrinhos, embora não se lembrasse de ter feito isso.

No entanto, Shooter disse que se arrependeu de assiná-la e disse que a responsabilidade recai sobre ele por ter sido publicada. Ele chamou Vingadores #200 de “uma farsa”. Aqui está uma parte de sua declaração em seu blog pessoal (via Screen Rant):

“Mas, naquela época, em qualquer caso, a bola parava na minha mesa. Eu assumo total responsabilidade. Eu estraguei tudo. Meu julgamento falhou, ou talvez eu não estivesse prestando atenção suficiente. Peço desculpas. Vingadores #200 é uma farsa.”

A Marvel Comics realmente errou ao ter publicado Vingadores #200 com aquela história, já que pegou um assunto muito sério e zombou dele – mesmo que não intencionalmente – por meio de uma história complicada e aterrorizante. A edição foi memorável pelo motivo errado e não tem qualidades resgatáveis.

Shooter pode se esquivar das alegações de ter escrito a história em quadrinhos, mas seu pedido de desculpas fala muito, mesmo décadas depois que a infame história dos Vingadores foi publicada.

Fora dos quadrinhos, os Vingadores tiveram uma saga de muito sucesso no cinema. Seus filmes estão agora disponíveis no Disney+.

Publicidade