CONTÉM SPOILERS

The Walking Dead trouxe uma morte para lá de inesperada no oitavo episódio da 9ª temporada. Jesus, vivido por Tom Payne, morreu na mão de um dos Sussurradores. O fato dividiu fãs, mas não a showrunner da série, Angela Kang.

Ao The Hollywood Reporter, a chefe do seriado defendeu a saída de Jesus da história. A produtora também comentou sobre o fato de o personagem ser popular na comunidade LGBT.


“Nós temos uma incrível representação na série e é algo que temos muito orgulho. Para uma série que lida com temas como a vida e a morte, e pessoas tendo surpreendentes e heroicos finais, é quase difícil matar qualquer um ou tirar alguém que seja parte de um grupo sub-representado na TV. Mas, nós sabíamos que precisávamos de algo épico para chegada dos Sussurradores”, apontou a showrunner.

Além disso, Angela Kang promete consequências para essa morte na história.

The Walking Dead | Crítica – 9ª temporada – Parte 1

“Jesus é um personagem que a vida realmente importa nesse grupo e das pessoas que são deixadas para trás. Terá um grande impacto neles. É um grande impacto para história”, garantiu a chefe da série.

A 9ª temporada de The Walking Dead está em exibição no Brasil. Os episódios são transmitidos aos domingos na Fox.

Após exibição na TV, os episódios de The Walking Dead ficam disponíveis no FOX App para assinantes dos pacotes FOX Premium e FOX+, e somam-se a todos os episódios das temporadas anteriores, já disponíveis na plataforma.