Estreando na Netflix na última semana, The Umbrella Academy teve muitas comparações com X-Men, mas o showrunner Steve Blackman teve inspirações mais complexas.

Em entrevista para o /Film para divulgar a primeira temporada da adaptação de quadrinhos, Blackman revelou que suas influências estavam mais para Filhos da Esperança e Os Excêntricos Tenenbaums.

“Eu não venho de um histórico de quadrinhos, mas eu li o roteiro e eu gostei muito do que eles tinham feito, e eu vi uma forma que eu queria fazer, que era uma versão de Os Excêntricos Tenenbaums. Eu queria remover todas as convenções e as coisas que eu achei que já tinha visto e pegar esses ótimos personagens e virá-los de ponta cabeça para encontrar uma forma divertida e subvertida de fazer uma série de super-heróis diferente das que temos agora”, explica Blackman.


“Nós queremos que pareça um pouco como Filhos da Esperança. Eu não me refiro à frieza de Filhos da Esperança, mas sim ao mundo. Então os espectadores assistem e podem não perceber que eliminamos certos tipos de tecnologia. É pra ser ambientado no agora, é contemporâneo, mas certas coisas são um pouco diferentes”, diz o showrunner sobre a ambientação da série.

The Umbrella Academy | Showrunner fala sobre momento mágico com a música I Think We’re Alone Now

Na trama, um grupo de jovens superpoderosos, que passaram a infância juntos, mas se separaram com o tempo, volta a se reunir para investigar a morte do patriarca.

Ellen Page (Juno), John Magaro (Orange is the New Black), Mary J. Blige (Mudbound), Cameron Britton (Mindhunter), Colm Feore (House of Cards), Adam Godley (Breaking Bad), Ashley Madekwe (Revenge) e Tom Hopper (Game of Thrones) estão no elenco.

The Umbrella Academy está disponível na Netflix.