O The Hollywood Reporter obteve um novo documento assinado por Stan Lee, papa dos quadrinhos e criador dos personagens mais icônicos da Marvel, em que ele faz acusações contra sua filha, J.C. Lee.

Tocado pela história, Kevin Smith deu um passo a frente e se mostrou pronto para ajudar Stan. Mas não foi só Smith que mostrou sua solidariedade. Neal Adams, lendário quadrinista, postou uma carta aberta sobre a situação do mais conhecido rosto da Marvel.

Na carta, endereçada “à quem possa interessar”, Neal diz conhecer Stan Lee da forma que alguém que não conviveu diariamente com ele pode. O quadrinista lembra de conhecer brevemente sua filha, acusada de maus tratos com o pai, que na época trabalhava como recepcionista e diz que ninguém nunca teve algo bom para falar da moça. Neal comenta que ao perder a esposa, Stan realmente perdeu tudo.


Ao ler as notícias sobre a situação de Stan, Neal afirma ter chorado e pede para que todos lembrem-se de como a depressão pode afetar vidas. Neal sugere que Max Anderson, antigo gerente e guarda-costas de Stan Lee, precisa voltar a tratar de seus assuntos pessoais. Max foi demitido em fevereiro por, segundo o que saiu na imprensa, tentar afastar Stan de sua filha, J.C. Lee.

Confira mais abaixo a ilustração que Neal Adams fez para comemorar o aniversário de Stan Lee.

Stan Lee aparece abatido e soturno em Comic-Con após problemas de saúde

Stan Lee tem 95 anos completados no último dia 28 de dezembro. Ele deve aparecer em uma de suas participações especiais em Vingadores: Guerra Infinita, que chega aos cinemas em 26 de abril.