Mais do que você gosta.

Publicidade

Você sabia?

Astro de Harry Potter passou por experiência assustadora no primeiro filme

Filmes da saga estão na HBO Max

Publicado por Victor Carvalho

06/08/2022 09:30

Daniel Radcliffe ainda era muito, muito jovem quando estrelou Harry Potter e a Pedra Filosofal, interpretando um personagem que já era querido pelos fãs.

Era uma grande pressão para assumir, e ao mesmo tempo, o ator também teve que lidar com uma experiência um tanto assustadora para uma criança.

Continua depois da publicidade

Durante as gravações de Harry Potter e a Pedra Filosofal, Daniel Radcliffe teve crise de alergia. Não uma, mas duas vezes.

Em entrevista com a Empire, o produtor David Heyman contou que eles começaram a gravar Harry Potter e a Pedra Filosofal pela última cena.

Naquele momento, eles descobriram que Daniel Radcliffe tinha alergia às lentes de contato que eles estavam tentando experimentar.

Sim, o ator quase teve que usar lentes de contato. Acontece que os seus olhos são azuis, enquanto Harry Potter possui olhos verdes nos livros.

“Eu nunca vou me esquecer do primeiro dia no set, quando estávamos gravando a última cena de Harry Potter e a Pedra Filosofal, quando Harry se despede de Hagrid na estação ferroviária.”

“Dan estava usando lentes de contato para que os seus olhos ficassem verdes, mas ele teve uma reação alérgica a elas.”

“Os seus olhos ficaram muito vermelhos e inchados. Nós tivemos que retirar as lentes de contato. Até pensamos que deixar os seus olhos verdes digitalmente, mas consideramos que não seria necessário.”

Daniel Radcliffe teve duas crises de alergia no set

Esse não foi o único problema. Curiosamente, o próprio Daniel Radcliffe revelou que também era alérgico aos óculos de Harry Potter.

Isso fez com que surgissem manchas no seu rosto, ao redor dos seus olhos, e levou algum tempo até que eles percebessem que isso vinha dos óculos.

Harry Potter e a Pedra Filosofal está agora disponível na HBO Max.

Sobre o autor

Victor Carvalho

Victor Carvalho

Membro do Observatório do Cinema desde 2018, gosto tanto de escrever sobre as coisas que assisto quanto de assisti-las. Nas horas vagas, também encontro algum tempo para ler DC e Marvel, ser terrível nos games e de sofrer torcendo para o Botafogo.

Publicidade